©2018 by Studio Dekor. Proudly created with Wix.com

Teoria das cores

September 21, 2018

 A teoria das cores é o estudo sobre, é claro, as cores e como elas são interpretadas pelo nosso cérebro. Assim podemos entender melhor como cada cor age no ser humano trazendo sensações e até mesmo influenciando em seu humor. Essa teoria também se aplica na parte da decoração de interiores e ajuda muito na hora de decidir o estilo e a paleta de cores do ambiente, mas sempre que levando em conta o gosto pessoal.

 

 Antes de falarmos sobre o uso da teoria na decoração, vou explicar um pouquinho sobre os tipos de cores e combinações. Começando pelo círculo cromático, pois ele ajuda muito a pensar colorido.

 

Círculo cromático

 

 

 

 Esse é o círculo cromático, ele geralmente é composto por 12 cores dispostas lado a lado. Como já está marcado nele, possui:

  • 3 cores primárias: o amarelo, vermelho e azul que são as cores puras, ou seja, não são possíveis através de misturas e é a partir delas que são feitas as demais cores;

  • 3 secundárias: o laranja, verde e roxo que são obtidas através da mistura de duas cores primárias;

  • 6 terciárias: que são as cores feitas através da mistura de cores primárias com secundárias, resultando em amarelo-alaranjado, amarelo-esverdeado, vermelho-arroxeado, vermelho-alaranjado, azul-esverdeado, azul-arroxeado.

 

 Agora que conhecemos as cores do círculo cromático, vamos ver suas propriedades e a harmonia cromática, que ajuda a compor na paleta de seu ambiente.

Propriedades da cor:

 

  • Matiz: é a cor pura, sólida, ou seja, ela é mais vibrante;

  • Saturação: o quão viva é a cor, quanto mais próxima da cor pura maior sua saturação.

  • Valor: o valor é a aproximação da cor ao brilho (branco), ou da sombra (preto).

Harmonia cromática:

 

 A harmonia cromática é o mais importante na composição do ambiente. Por exemplo, quando se vê um anúncio ou obra de arte que chamam a atenção, é provável que foi utilizada a harmonia cromática na sua composição, pois ela nos remete ao belo. Para ajudar a entender melhor, demarquei um exemplo de cada harmonia no círculo e um ambiente com uma paleta de cada também:

 

  • Harmonia monocromática: é a variação de valor e saturação de uma única matiz do círculo cromático. Esse tipo de paleta é muito elegante, mas deve ser usada com cuidado, pois a decoração monocromática pode dar a impressão de um espaço impessoal e desconfortável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia análoga: é a harmonia formada pelas 3 cores que ficam juntas, lado a lado, no círculo cromático. Essa paleta é a que mais agrada aos olhos e a mais fácil de se usar também. Com ela é possível deixar o ambiente mais alegre ou mais sóbrio, dependendo da proposta que se quer, sem chocar ou enjoar. Uma dica é usar como base uma cor neutra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia complementar: são as cores que estão opostas no círculo cromático. A decoração com essa paleta deve ser bem pensada, para que o ambiente fique elegante e confortável. O ideal é escolher uma cor como base e a outra, que contrasta, em detalhes do ambiente, já que se abusar dessas cores, o ambiente pode ficar muito vibrante e ofuscar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia triádica: são 3 cores que tenham a mesma distância entre si no círculo cromático, formando assim, um triângulo equilátero. Essa paleta é mais arrojada que as anteriores, a combinação deixa o ambiente dinâmico e divertido. Nessa paleta vai a mesma dica da harmonia complementar, usar uma cor como base e as outras nos detalhes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia complementar dividida: é a combinação de uma cor com duas que são vizinhas a sua cor complementar. A combinação dessa paleta é mais harmoniosa e fácil de compor que a complementar direta, o ambiente fica sofisticado e acolhedor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia complementar dupla: também conhecida como tétrades, é a combinação de duas duplas de cores complementares diretas cruzadas, intercalando uma cor. Essa paleta resulta uma mistura de cores bem interessante, fica bem harmonioso e o ambiente fica alegre e elegante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Harmonia acromática: são as cores neutras: branco, preto, cinzas e marfim. No círculo cromático são as cores da zona central, que perdem tanta saturação que não aparece mais a matiz original. Assim como a harmonia monocromática, tem que ter cuidado ao usar essa paleta, pois pode deixar o ambiente muito pálido e impessoal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Temperatura das cores

 

 E por último temos as temperaturas das cores. Oi? Cor tem temperatura? De certa forma sim, dependendo da cor que se usa no ambiente pode dar a sensação de transmissão de calor ou frio.

 

  • Cores quentes: são as cores amarelo, vermelho e laranja e suas variações. Elas transmitem luz e calor e deixam o ambiente mais alegre. Tem que tomar cuidado ao se usar, principalmente em dormitórios ou salas de estar, pois em excesso podem deixar o ambiente muito vibrante e o ambiente deixa de ser acolhedor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Cores frias: são as cores azul, roxo e verde e suas variações. Essas são cores mais calmas, transmitem tranquilidade, ideais para ambientes para descansar e relaxar, mas usadas em excesso podem trazer a sensação de melancolia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts

September 5, 2019

November 30, 2018

October 26, 2018

September 29, 2018

September 21, 2018

Please reload

Archive