©2018 by Studio Dekor. Proudly created with Wix.com

Qual a persiana ideal?

November 30, 2018

 As persianas estão ganhando cada vez mais espaço nos projetos de arquitetura e decoração, devido à versatilidade, variedade de materiais e efeitos, facilidade de manuseio e de limpeza. Mas como saber qual o modelo e material ideal para meu ambiente? Abaixo, listei alguns dos principais modelos de cortinas e persianas que podem ajudar na escolha:

 

Persiana Horizontal

 

 Esse é o modelo mais tradicional. É formada por lâminas horizontais que podem ser de alumínio, PVC, madeira natural ou sintética e até mesmo de bambu, as lâminas podem ser nas medidas de 16mm, 25mm e 50mm. Elas permitem o controle de iluminação e ventilação do ambiente, podendo ser no modelo tradicional que não veda totalmente a claridade, por conta dos furinhos para passar a cordinha, ou no modelo blecaute que é uma novidade no mercado!

 As persianas horizontais são muito versáteis, sendo indicadas para uso residencial e comércio. São muito utilizadas em cozinhas e escritórios por conta da facilidade em sua limpeza. As medidas são um pouco limitadas, como é composta por diversas lâminas, dependendo do material escolhido e do acionamento, a metragem máxima é de, em média 6m², tendo que dividir em várias peças para cobrir a abertura (o que, particularmente, fica um charme!).

 

Rolô

 

  O modelo rolô funciona como painéis que podem ser recolhidos, ficando enrolados na parte superior. São encontradas em diversas opções de tecidos, de translúcidos a blecaute, mas as mais procuradas geralmente são em tela solar ou blecaute. A tela solar é a opção perfeita para ambientes com grande incidência solar, pois protegem do calor e filtram os raios UV sem barrar a claridade e ventilação natural. 

 A cortina rolô é um modelo mais clean e prático, se adaptando a qualquer estilo de decoração e podendo ser usada em todos os tipos de ambientes comerciais ou residenciais. Tem como grande vantagem a facilidade na limpeza e é muito indicada para alérgicos, por ser feita em tecido inteiro e não acumular poeira.

 

Romana

 

 A romana é um modelo clássico e bem interessante, ela é formada por um painel de tecido com varetas que formam gomos, ao ser recolhida o tecido se dobra e forma ondas que ficam suspensas. Geralmente são feitas com os mesmos tipos de tecidos que a rolô, como a tela solar e o blecaute.

 É um modelo muito sofisticado e prático para quem precisa de espaço, seu sistema  é compacto e ideal para janelas próximas à móveis, por exemplo. Porém não é indicado para uso em cozinhas, áreas de serviço e banheiros, pois pode acumular gordura e sujeira onde ficam as varetas. 

 

Painel

 

 O modelo painel é bem pouco utilizado por não ser muito conhecido. É um sistema formado por painéis que correm em um trilho bem discreto, proporcionando um visual clean, e quando fechado fica esteticamente parecido com a cortina rolô. As opções de tecidos são as mesmas que as da cortina rolô e romana. Como o sistema de abertura é lateral no trilho, existem várias possibilidades de abertura e recolhimento.

 O painel é uma ótima solução para grandes espaços e vãos de passagem, quando usada em portas, por exemplo, permite a passagem sem precisar recolher todo o tecido. Pode ser utilizada até mesmo como divisória de ambientes.

 

Double Vision

 

 A cortina double vision é um modelo bem interessante. Elas proporcionam, como diz o próprio nome, uma visão dupla do ambiente. Seu sistema de recolhimento é igual ao modelo rolô, com a diferença de possuir dois tecidos, que conforme é recolhido, vão alternando as faixas de tecido translúcido e opaco, causando seu efeito duplo. Os tecidos sempre vêm com uma faixa translúcida e outra que pode ser opaca ou blecaute.

 São indicadas para ambientes residenciais e comerciais, principalmente quando se quer privacidade, bloqueio de luz solar e visão do exterior, pois é possível todas essas funções na double vision. É um modelo muito elegante e cheio de personalidade.

 

Celular

 

 Também conhecida como Honeycomb, a cortina celular foi uma inovação da indústria desenvolvida em 1985 em resposta à crise energética de 1970. Esse modelo é formado por células que criam bolsões de ar, ajudando a manter o ambiente quente durante o inverno e fresco durante o verão. Seu design é inspirado nas células de colmeia (daí seu nome Honeycomb) o  que proporciona o conforto térmico e acústico. Seu tecido possui tratamento que protege de até 99% raios UV, protegendo móveis, pisos e objetos, além de ter propriedade antiestática que reduz o acúmulo de poeira.

 A cortina celular é indicada para ambientes residenciais e comerciais, sendo muito utilizadas dentro de vãos, pois se enquadram perfeitamente dentro de espaços limitados. 

 Todos os modelos possuem diversos acionamentos diferentes e podem ser motorizados também. Para a limpeza, é sempre recomendado que pelo menos uma vez por semana faça uma limpeza com espanador ou um pano seco. Para os modelos feitos em PVC ou tela solar, é permitido passar uma esponja levemente umedecida e com sabão neutro para uma limpeza mais profunda. Nunca se deve usar produtos abrasivos na limpeza! Já para as peças com tecidos mais delicados, para uma limpeza mais completa o ideal é levar uma vez ao ano em empresas especializadas nesse tipo de trabalho.

 

 

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts

September 5, 2019

November 30, 2018

October 26, 2018

September 29, 2018

September 21, 2018

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags